Síndrome de Down nos animais

Síndrome de Down nos animais

Nos seres humanos, a Síndrome de Down está associada a algumas dificuldades de habilidade cognitiva e de desenvolvimento físico, e um determinado conjunto de características físicas causadas por uma anormalidade da condição genética.

Leia também:

Saiba as principais doenças de gatos idosos e como evitá-las

Embora todos os animais possam ter anormalidades genéticas que afetem a sua aparência e seu comportamento, a síndrome de Down era amplamente considerada como uma específica condição humana, uma vez que é causada pela trissomia do cromossoma 21, que só se encontrava nos seres humanos.

Existem alguns casos raros, porém, quando determinados cães e gatos não possuem a mesma aparência gloriosa que a maior parte da espécie, quando não se comportam como um gato normal. Alguns donos chamam essa diferença de Síndrome de Down. Mas, podem os cães e gatos ter síndrome de Down?

Síndrome de Down nos animais

O que é?

  1. Apenas uma maneira para as pessoas justificarem o comportamento estranho do seu bichinho
  2. Uma anomalia semelhante à do síndrome de Down em pessoas
  3. Uma disfunção genética

Cães e gatos que tem a dita síndrome de Down, possuem olhos grandes e redondos em comparação com os olhos dos outros, a forma da face também pode ser diferente. Se comportam de forma anormal em comparação com outros. Gatos são conhecidos por serem muito ágeis e graciosos, mas os que têm síndrome de Down são desajeitados e instáveis. Eles têm má coordenação e podem esbarrar e cair constantemente. Eles também desenvolvem hábitos estranhos como sentar ou miar de um jeito diferente dos outros.

Como os seres humanos eles também são afetados na socialização. Quando a maioria dos gatos não aceitam facilmente novos companheiros, eles tendem a ser mais amigáveis. Eles também parecem não responder ao serem chamados ou repreendidos.

Os cães e gatos também podem desenvolver os mesmos problemas de saúde que um humano que sofre de síndrome de Down, como problemas cardíacos. Alguns têm problemas de visão e a ​​musculatura fraca.

Termos Técnicos

Síndrome de Down – Aspectos técnicos e Termos

Nós temos 23 pares de cromossomos. Os gatos só tem trinta e oito cromossomos, isso significa que eles só tem dezenove pares cromossômicos. Eles não podem sofrer de trissomia vinte e um, como acontece nos humanos. Os cães têm 78 cromossomos, alinhados em pares de 39.

Então, tecnicamente falando, cães e gatos não podem ter síndrome de Down. Eles podem representar as mesmas características físicas e fisiológicas como a do síndrome de Down em seres humanos, mas não é o mesmo. Eles podem, no entanto, sofrer de uma doença genética ou anomalia cromossomica.

É necessário mais pesquisas para chegar ao fundo dessa síndrome nos animais. Tal como acontece com qualquer outro transtorno animal, o melhor é saber o que é e o que ele faz para saber quais as medidas necessárias a tomar.

Eles precisam de paciência extra e um olhar atento para evitar que sejam prejudicados. Não submeta seus gatos para um ambiente que pode expô-los a perigos, como alturas e animais agressivos. Não expô-los a fiações elétricas e eletrodomésticos. Além disso, certifique-se de que os produtos químicos e outras substâncias estão fora do alcance. Não confie na sua capacidade de compreender suas instruções, especialmente em coisas que podem prejudicá-los. Eles podem não ter a capacidade física e mental que é necessário para lidar com estas situações.

Veja algumas fotos dos bichinhos que tem essa anomalia genética:

Monty-gato_sindrome_Down-redes_sociales-Facebook_MDSIMA20160218_0310_21

Fonte:Portal Cães e Gatos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *