Home > Leis de Proteção Animal > SOMOS CONTRA O PL 6268/2016 E A CAÇA DE ANIMAIS SILVESTRES

MANIFESTO HACHI ONG – PROTEÇÃO ANIMAL COM APOIO DO FÓRUM ANIMAL

SOMOS CONTRA O PL 6268/2016 E A CAÇA DE ANIMAIS SILVESTRES

Um total de 128 Organizações da Sociedade Civil e o Ministério Público do Estado de São Paulo, assinaram um Manifesto contrário ao teor do Projeto de Lei nº 6.268/2016, do Deputado federal Valdir Colatto, que ao propor uma aludida “Política Nacional de Fauna”, na verdade quer liberar a caça comercial e profissional de animais silvestres no Brasil. O Manifesto foi Organizado pela Hachi Ong, e entregue à Presidência da Câmara dos Deputados e respectivas Comissões que irão analisar e emitir pareceres ao PL.

#CAÇANÃOCOLATTO

NOTA

SOMOS CONTRA O PL 6268/2016. E A CAÇA DE ANIMAIS SILVESTRES

Presidente da Hachi ONG pede apoio para barrar

projeto na Câmara dos Deputados que libera a caça de

animais silvestres

Na sessão desta quinta-feira (31) a presidente da Hachi Ong – Proteção Animal, Sueli Silva Cidral do Amaral, ocupou a tribuna livre para falar sobre o Projeto de Lei Nº 6.268/2016 que tramita na Câmara dos Deputados e propõe a liberação da caça de animais silvestres no Brasil.

Destacou o manifesto liderado pela Hachi Ong, onde obteve o apoio de 128 instituições de todo o País. Disse que o manifesto de repudio foi encaminhado ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Rodrigo Maia. “É um conjunto de projetos, entre os eles o que libera a caça de animais silvestres em todo o território nacional”, explicou, destacando que a proposta é do deputado catarinense Valdir Colatto (PMDB/SC).

Comentou que o conjunto de medidas tem a finalidade de autorizar a caça indiscriminalizada no Brasil. Questionou a atitude de uma pessoa que retira a vida de um ser vivo por esporte. “Ao apresentar a lei que revoga a proibição da caça, a proposta apresentada pelo deputado Valdir Colatto retira os agentes fiscalizadores e autoriza o uso de armas para matar os animais”, reiterou Sueli. Complementou que o projeto do deputado catarinense fomenta a caça de animais silvestres.

Argumentou que a caça de animais silvestres é a terceira atividade criminosa que mais movimenta dinheiro sujo no mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas. “Vários estudos ambientais comprovam a importância dos animais existentes nas florestas. Florestas sem animais terão seus dias contados”, afirmou.

Por fim, pediu apoio dos vereadores de Blumenau para que também façam pressão junto à Câmara dos Deputados para que o projeto não prossiga e seja arquivado.

Fonte: Assessoria de Imprensa CMB
Foto: Jessica de Morais | Imprensa CMB

CÂMARA MUNICIPAL DE BLUMENAU

PLs que legalizam a caça
Hoje,   o Manifesto organizado pela ONG HACHI e assinado por mais de cem entidades de defesa animal e ambiental foram protocolados no Congresso,  para o Dep.Rodrigo Maia na Câmara e para o Dep. Nilto Tatto, atual relator dos PLs na Comissão de Meio Ambiente, nesta comissão, oficializando deste modo as entregas.
Os ofícios (em anexo), explanando a questão,  pedem aos Deputados Rodrigo Maia e Nilto Tatto a recomendação de cancelamento definitivo dos PLs que induzem à crueldade e à violência.

MANIFESTO ACAPRA -ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS

Manifesto Contra a Liberação da Caça no País

Assine a petição http://bit.ly/2tx21LD

Acompanhe o Pl 6268/2016 na Câmara dos Deputados Federal AQUI

Assembleia Legislativa de São Paulo aprova MOÇÃO DE REPÚDIO ao PL da Liberação da Caça

Moção de Repúdio 25 de 2017

Postado por Lilian Rockenbach 

Câmara dos Deputados recebe manifesto contra PL da Caça assinado por 129 instituições –

Por Dimas Marques https://goo.gl/GKixtt

Por Dimas Marques – Fauna News

ARCA Brasil

 Nilto Tatto

Crueldade Nunca Mais

Defensores entregam manifesto contra a caça ao deputado federal Nilto Tatto

Um Manifesto de Repúdio ao PL 6268/16 – conhecido como PL da Caça, de autoria do deputado federal Valdir Colatto, do PMDB de Santa Catarina e membro da bancada ruralista, foi entregue hoje ao deputado Nilto Tatto, que é o relator do PL na Comissão de Meio Ambiente da Câmara dos Deputados. Nilto Tatto reafirmou o compromisso de lutar contra a aprovação do referido PL, exaltando que esse é mais um dos ataques que a bancada ruralista vem promovendo contra as diversas formas de vida.

No encontro foram discutidos os perigos que o projeto de Valdir Colatto representa para a Biodiversidade, Segurança e Saúde Pública. Saiba mais http://bit.ly/2wToeEK

O manifesto foi redigido pela Hachi ONG, de Santa Catarina, e assinado por 128 ONGs, nacionais e internacionais, e pelo GECAP do MPSP.

Na foto, da direita para a esquerda, estão Karina Somaggio – Santuário Terra dos Bichos, Lilian Rockenbach – Movimento Crueldade Nunca Mais, Vania Tuglio – promotora de justiça do GECAP/MPSP, deputado federal Nilto tatto, Dimas Marques – Fauna News e Aliança Pró Biodiversidade, Marco Ciamp – Arca Brasil, Erica e Yoshio – Mata Ciliar.

Fonte: Crueldade Nunca Mais

 

MANIFESTO

Manifesto contra o pl 6268 2016 

 

 

 

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*